O primeiro terráqueo no espaço

Eu poderia voar pelo espaço para sempre.

Yuri Gagarin

A exatos 50 anos o primeiro terráqueo viajou pelo espaço – pelo menos isso é o que dizem os livros de história, talvez alguém já o tivesse feito antes, mas deixa pra lá.

No dia 12 de abril de 1961, um zé-ninguém chamado Юрий Алексеевич Гагарин – Yuri Alekseievitch Gagarin, caso você não fale russo – passou 108 minutos no espaço a bordo da nave Vostok I. Era um zé-ninguém mesmo, diferentemente dos americanos que escolhiam heróis nacionais para seus projetos espaciais, os russos escolhiam pessoas dispensáveis, caso o plano falhasse, não perderiam um símbolo comunista, caso fosse um sucesso teriam mais um grande cidadão a serviço da mãe pátria.

Ele deu uma volta completa ao redor da Terra e proferiu a famosa frase:

A Terra é azul

OK. Ele deve ter desconsiderado as grandes porções de branco, marrom e verde.

Brincadeiras a parte, algum figurão da URSS disse que a frase completa era: “A terra é azul, e eu não vi Deus.” Se Gagarin falou isso ou não, ninguém sabe pois isso não está presente na gravação. O caso é que, até onde me lembro, os comunistas eram contra religião. Me admira que não tenham contado que a frase era: “A terra é azul, e eu não vi Deus, mas vi Stalin”, numa tentantiva de acabar com a fé das pessoas em Deus e criar a fé no ditador russo. Tem até uma história de que Stalin mandou colocar um grupo de crianças dentro de uma igreja e dizer-lhes para pedirem doces para Deus. Elas pediram e nada aconteceu. Então mandaram as crianças pedirem doces para Stalin e choveram balas do teto. Claro, titio Stalin é generoso com as inocentes criancinhas da grande nação soviética… isso ou tinha alguém no telhado com um saco de balas. Enfim…

Voltando ao assunto, só posso imaginar o que passou na cabeça desse pequeno camponês – literalmente pequeno, ele tinha 1,57 m de altura – ilustre desconhecido até então ao ver a Terra passando debaixo dele. É uma visão para poucos terráqueos e eu os invejo. Quem sabe um dia nós, pobres mortais também tenhamos essa experiência. Quem sabe nós colonizamos a Lua… Marte talvez… quem sabe o que o futuro trará. As possibilidades são infinitas.

Links

Yuri Gagarin
Matéria da BBC sobre Gagarin
Programa espacial soviético

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s